Postagens

Diário de Bordo #LP

Apresentação
Este diário foi proposto pelos professores como parte do material avaliativo desse componente curricular. Segundo as orientações, deveríamos registrar nele nosso dia a dia nas aulas. Já que foram semanas de muitas leituras e pesquisas, tudo deveria constar por escrito nesse diário, chamado propositalmente de Diário de Bordo, pois faz referência aos diários que os navegadores usavam nas grandes descobertas marítimas dos séculos passados.
Tentei da melhor maneira possível expressar aqui tudo o que aprendi e tudo que me chamou mais atenção. Cada autor estudado, obra lida, enfim, tudo que será, não só para o meu proveito, mas também para aqueles que tiverem acesso a esse material. Espero ter satisfeito às expectativas e preenchido os requisitos solicitados.
Apesar de não ser o trabalho tão longo, não foi tão fácil concluí-lo. Mas, enfim, terminei, isso é o mais importante!
Johnatas Silva
19 de junho de 2017





Diário de Bordo
16 de maio de 2017 Hoje começamos o novo componente curricula…

Quero Aprender a Escrever Crônicas

Ontem consegui estar presente na aula de morfologia da língua portuguesa. Essa matéria começou segunda, mas não pude comparecer num primeiro momento. Já estou no quarto período do Curso de Licenciatura em Letras Língua Portuguesa e muitas experiências boas me foram proporcionadas. Nesse percurso, me deparei com os mais variados autores, estilos, gêneros (textuais e literários), épocas etc.
Dentre essa variedade, o gênero textual que mais me chamou atenção (até agora) foi a crônica. Não sei se por se tratar de um texto simples, prático, de linguagem clara e objetiva, ou simplesmente por relatar o cotidiano, a crônica sempre me causa fascínio. Adoro ler os textos de Rubem Braga, Nelson Rodrigues e outros. Gosto também das crônicas esportivas atuais.
Pretendo, humildemente, começar a escrever crônicas, principalmente sobre acontecimentos do meu cotidiano, da cidade onde moro, das minhas relações sociais. Para tanto, porém, vou precisar me esforçar um pouco mais no diz respeito ao uso da …

CUIDADO COM O CORPO, SAÚDE E A MANEIRA PRUDENTE DE SE VESTIR

Texto Base: 1 Coríntios 6.19: “Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos?”
1.Introdução. O cuidado com nosso corpo físico não é uma instrução recente dada por Deus. Pelo contrário, desde muito tempo o Senhor vem instruindo Seu povo de como deve ser o tratamento adequado do seu corpo físico, uma vez que este corpo é a habitação de Seu Espírito Santo.
2. CUIDADO COM O CORPO, SAÚDE E HIGIENE PESSOAL
2.1Boa alimentação. Quando Israel estava sob a liderança de Moises, Deus ordenou algumas leis acerca da alimentação do povo (Levítico 11), com o propósito de manter a boa saúde dos israelitas. Claro que não podemos aplicar ao pé letra aquelas leis nos dias de hoje, porque foram específicas para Israel naquele período, mas podemos tomar como base seus princípios e evitar determinados tipos de alimentos, optando sempre por aquilo que fará bem a nossa saúde física.
Nota: o palestrante pode usar…

Resumo da UNIDADE A do livro Fonética e Fonologia do Português Brasileiro

Resumo da UNIDADE A do livro Fonética e Fonologia do Português Brasileiro, de Izabel Christine Seara, Vanessa Gonzaga Nunes e Cristiane Lazzarotto-Volcão
Johnatas Silva O capítuloI da UNIDADE A do livro Fonética e Fonologia do Português Brasileiro, traz de início o objeto de estudo da Fonética e da Fonologia, bem como a distinção que há entre elas. Para as autoras, “tanto a fonética quanto a fonologia investigam como os seres humanos produzem e ouvem os sons da fala” (p. 11), sendo a Fonética responsável por estudar esses sons a partir dos órgãos que os produzem e a Fonologia responsável por estuda-los de forma sistemática e organizada dentro de cada língua específica. O capítuloII aborda Fonética Articulatória. Trata-se de identificar quais os órgãos articuladores da fala. É apresentado então o aparelho fonador – conjunto de órgãos responsáveis pela produção dos sons da fala (boca, nariz, língua, pulmões, laringe, faringe, traqueia, etc). Esses órgãos, chamados também de articuladores, …

Diário de Leitura do Livro "Terra Sonâmbula" - Mia Couto

Registros da Leitura do Livro “Terra Sonâmbula” de Mia Couto Durante toda a disciplina de Teoria e Prática da Leitura, foi-nos dada a missão de fazermos um diário de leitura. Esse diário consiste no registro de nossa trajetória de leitura da obra escolhida, no meu caso “Terra Sonâmbula”, de Mia Couto; bem como nossas impressões e até mesmo críticas. Sendo assim, deixarei aqui o que me aconteceu nesses dias de leitura. Primeiro dia: 11 de outubro de 2016. Neste meu primeiro dia de registros no meu diário de leitura, a sensação é de expectativa para saber quais serão minhas experiências no decorrer da jornada, e ansiedade para descobrir o que o texto irá me revelar. Acredito que será uma leitura prazerosa, visto que o autor da obra, Mia Couto, é um gigante da literatura contemporânea. Já lendo as primeiras páginas do primeiro capítulo, percebo um vocabulário e uma estrutura sintática diferentes do que estou habituado. Previ que seria assim porque a obra é redigida originalmente em portuguê…

CRÔNICA - As Gostosas Águas do Lago do Miriti

CRÔNICA As Gostosas Águas do Lago do Miriti Aqui na famosa Orla do Miriti, do ponto seu ponto mais alto – o mirante –, contemplo o balanço das turvas águas do lago do Miriti. Estão turvas porque é época de seca, mas quando a cheia vem, elas se tornam negras e brilhantes aos raios do sol. Toda essa visão me remete um período ímpar da minha vida: infância. É como se estivesse acontecendo neste exato momento. Os passos acelerados de uma garotada que adorava pular n’água, o grito forte dizendo “quem pular por último é a manja”, as gargalhadas estridentes... Meu Deus, aquilo sim era alegria pura! Eu, particularmente, não via a hora de sair da escola, jogar um bom futebol no campinho atrás de casa e depois ir tirar o suor nas gostosas águas do Miriti. Isso era durante a semana, porque aos domingos o “point” era aqui mesmo, na Orla. Sim, na Orla. Aqueles domingos ensolarados eram perfeitos para os manacapuruenses virem se refrescar no nosso tão querido lago. Famílias inteiras viam para cá. Fazia…

Diário das Minhas Oficinas de Leitura #Letras (Teoria e Prática da Leitura)

Oficina 1: 27 de setembro de 2016 Curta-metragem: Os fantásticos livros voadores do Senhor Lessmore - debate e análise Depois de assistirmos o curta, tivemos alguns minutos para debate e interação acerca do conteúdo do filme. O debate foi bastante proveitoso por conta das diferentes leituras e interpretações feitas pelos colegas acadêmicos. Particularmente o curta me trouxe a ideia de que através da leitura nos reinventamos, nos transformamos. A leitura nos traz vida nova e uma nova forma de ler e encará-la. Oficina 2: 28 de setembro de 2016 Movimento por um Brasil literário (leitura e curta-metragem: “A palavra conta”) O debate sobre o tema proposto foi bom. Alguns colegas relataram experiências de leituras e de como esta foi e é importante para sua formação como pessoa. E isso está relacionado ao conteúdo o documentário que traz a importância da leitura na vida das pessoas. Algo que me chamou bastante atenção no vídeo é que ele nos conscientiza de coisas que são indispensáveis para um soc…